Standard & Poor's corta nota de investimento da JBS

Por Redação | 15/06/2017 às 16h

Standard & Poor's corta nota de investimento da JBS

Por Redação | 15/06/2017 às 16h

A J&F, holding que congrega os negócios dos irmãos Batista, planeja vender pelo menos R$ 8 bilhões em ativos no curto prazo, conforme informe da agência de classificação de risco Standard & Poor's. A S&P atribuiu a informação à administração da empresa.

De acordo com o relatório, a J&F já colocou à venda linhas de transmissão de energia e a Vigor Alimentos e estuda se desfazer ainda de Eldorado (celulose), Alpargatas (dona das Havaianas) e Flora (higiene e limpeza).

O mandato para vender a Vigor e as linhas de transmissão foi concedido ao Bradesco BBI e ao Santander, dois dos maiores credores do grupo.

Por falar em Standard & Poor's, a agência cortou nesta quarta-feira o rating de crédito de longo prazo em moeda estrangeira da JBS de BB para B+, mantendo a observação negativa sobre a nota.

"O rebaixamento reflete as investigações de corrupção e o acordo de leniência da holding J&F evidencia padrões de governança fracos, que resultam em reduzida flexibilidade financeira para a JBS", afirmou a S&P em relatório.

Após o anúncio de novo corte no rating, as ações da JBS reverteram a direção e fecharam em queda de 0,59 por cento. O Ibovespa subiu 0,15 por cento.

 

TÓPICOS: Agronegócio Pecuária Economia Brasil