Pouca oferta e demanda aquecida fazem preço do boi e da carne subirem

Por Redação | 07/12/2017 às 18h

Pouca oferta e demanda aquecida fazem preço do boi e da carne subirem

Por Redação | 07/12/2017 às 18h

O cenário é de seguidos reajustes no preço da arroba, e é observado em todas a regiões do país. 
Nos últimos sete dias, considerando a média de todas as praças pecuárias pesquisadas para o boi gordo, alta foi de 1,0%. Além disso, os relatos de negócios efetivados acima das referências são cada vez mais frequentes, o que indica que novos reajustes podem ocorrer em curto prazo.
A oferta não é abundante (pouquíssimos bovinos terminados em pasto e uma oferta irregular de boiadas de confinamento) e a demanda vem se mostrando aquecida, tanto internamente como para as exportações.
Nesse contexto, a carcaça bovina apresentou sucessivas altas no mercado atacadista de São Paulo. Desde o início de dezembro o boi casado de bovinos castrados acumula valorização de 8,2%, atualmente cotado em R$9,99/kg.
Assim, mesmo com os reajustes para o boi gordo, a margem dos frigoríficos está dentro de patamares historicamente normais.

 

TÓPICOS: Pecuária Economia Brasil