HOME  >  Notícias  >  IBGE eleva para 47,2 mil sacas expectativa de produção de café do Brasil

IBGE eleva para 47,2 mil sacas expectativa de produção de café do Brasil

Agricultura Economia 11/08/2017 às 17h


A estimativa do IBGE para a produção de café do Brasil em 2017 alcançou 2,8 milhões de toneladas, ou 47,2 milhões de sacas de 60 kg, aumento de 1,5% em relação ao mês anterior. Houve aumentos na estimativas de produção de conilon no Espírito Santo em decorrência da melhora de produtividade e forte incremento da área de arábica em São Paulo.

Para o café arábica, a estimativa da produção alcançou 2,2 milhões de toneladas, ou 37,2 milhões de sacas de 60 kg, aumento de 1,5% em relação ao mês anterior.

Com relação ao café canephora (conilon), a estimativa da produção alcançou 599,4 mil toneladas, aumento de 1,6% em relação ao mês anterior. O clima no Espírito Santo beneficiou as lavouras nos principais municípios produtores, propiciando a colheita de grãos maiores e mais pesados.

Safra mineira de café arábica tem grãos menores por falta de chuva

Enquanto a safra 2017 de café conilon do Brasil rendeu grãos maiores e pesados com a melhora do clima no Espírito Santo, a safra de café arábica em Minas Gerais apresenta grãos menores na safra atual. A irregularidade das chuvas e as altas temperaturas comprometeram o crescimento dos grãos, em especial nas cidades mais baixas que registraram temperaturas mais elevadas.

A situação está sendo confirmada pela Cooperativa Cooxupé, que mede o rendimento obtido pelos cafeicultores durante o beneficiamento dos grãos. Segundo técnicos, geralmente 480 litros de café produz uma saca de 60 quilos. Neste ano, porém, os mesmos 480 litros tem rendido 54 quilos.

De acordo com a Cooperativa, após a floração a chuva é essencial para garantir o bom desenvolvimento do grão. Na próxima segunda-feira, o Agricultura BR vai apresentar a previsão do tempo estendida para a safra 2018 de café.