Dificuldade na venda de carne alonga as escalas dos frigoríficos

Por Redação | 12/09/2017 às 19h

Dificuldade na venda de carne alonga as escalas dos frigoríficos

Por Redação | 12/09/2017 às 19h

De maneira geral, o cenário ainda é de firmeza no mercado do boi gordo, mas as vendas de carne perderam o ímpeto do começo do mês e as escalas de abate evoluíram. Embora a oferta de boiadas ainda seja restrita, é o consumo limitando as valorizações, impodondo restrições à conjuntura de alta e já imprimindo algum reajuste negativo nas referências de algumas praças. Em São Paulo, muitas indústrias estão trabalhando com ofertas de compra menores que a da última semana. Mas, este cenário não é comum a todo o país. A arroba no sul de Goiás, por exemplo, que entre o começo de agosto e a semana anterior acumulava valorização de 14,3%, subiu, hoje, mais R$3,00. Em Minas Gerais, o mercado também é de alta. Ao todo, foram seis as praças com valorizações. O movimento altista nestes meses finais de ano, sazonalmente, vem em decorrência de oferta menor e crescimento nos preços da carne bovina.

 

 

TÓPICOS: Pecuária Economia Brasil